Quem sou eu

Minha foto
Sou escritora e atriz. Adoro ler, escrever, assistir a filmes e ir ao teatro. Escrevi dois livros "A ilha e a menina" e "Livremente Mara", que virou peça de teatro e estreia no final deste ano.

Propósito do blog

Olá,
Primeiramente, antes de me apresentar, gostaria de dizer que nunca abri um blog e que sou iniciante nessa ferramenta. Na verdade, nunca me empenhei muito com sites de relacionamentos pelo simples motivo que se perde muito tempo em frente ao computador e o mundo está em "carne e osso" lá fora, prontinho para a gente desfrutá-lo. No entanto, há dias ando matutando com a ideia de fazer um blog contando a minha experiência em escrever. E aqui está ele. Eu vou escrever aqui como se fosse num diário, dividindo os sentimentos contraditórios de quem escreve e é iniciante nessa arte: as alegrias, frustrações, empolgações, tristezas - tudo isso junto. Na verdade, me sinto muito sozinha no meio dessas emoções todas e o site pode ser uma maneira de eu lidar melhor com isso, tendo a sensação - talvez ilusão - de que estou sendo ouvida. Também, se eu tiver leitores para esse site, a fazer uma rede de troca de experiências e amizades.
Agora, às apresentações: meu nome é Raquel de Souza, tenho 30 anos e escrevo desde que me colocaram uma caneta na mão. Lembro-me quando estava na quinta série e já ficava criando contos de fada num caderninho de capa vermelha que minha mãe me deu. E o tempo foi passando, passando e escrevia esporadicamente. Me formei em Letras, fui aos Estados Unidos e acabei por virar professora de inglês. Na verdade, no tempo em que morei no exterior repensei melhor o que realmente gostaria de fazer quando voltasse ao Brasil. Não tive dúvidas e escolhi que quando voltasse, me dedicaria mais à escrita e "vestiria a camisa de ser escritora". Assim, me reveso entre dar aulas e escrever (o que não é tarefa fácil). No entanto, depois de lutas ferrenhas, vou publicar meu primeiro livro em outubro. Ele é um pequeno romance chamado "Livremente Mara"(prefaciado pelo amigo escritor Deonisio da Silva) cuja protagonista é uma adolescente com problemas existenciais próprios da idade. Também tenho dois contos publicados - A Sina e A Noite de Abigail - num livro que se chama Mulheres em Prosa e Verso - Volume 4.
Mesmo que publicarei meu primeiro romance - isso quer dizer que tive que passar por todas as etapas de escrevê-lo - eu percebi que cada vez que se vai escrever um livro é como se fosse sempre o primeiro e que o caminho que você vai seguir ninguém vai dizer ou orientar. Escrever um romance é uma luta que a gente faz consigo mesma e, nem é porque se começou a escrever um livro que se tem garantias de terminá-lo. Começar um livro é como abrir portas e janelas para um mundo novo e desconhecido. Só temos uma vaga noção do que iremos encontrar. Depois depende da persistência da gente para continuar explorando esse mundo fantástico. E é com muito trabalho que se consegue isso.

Eu imagino que se tivesse como ocupação apenas a escrita, poderia ficar menos "tensa" em relação à disciplina que esse trabalho exige. (Não vão acreditando em inspiração divina que ela nunca chega!)
Acabei de decidir por aumentar minha carga horária e dar bem mais aulas do que dou. Desse modo, vou precisar de muito mais disciplina e organização para que meu trabalho que escritora não fique às traças. Para isso, espero mesmo que esse blog me ajude a manter o tino, a não perder o fio da meada.


Hoje o povo fala tanto em alcançar metas que isso ficou até banalizado. Mas o fato é que escrevendo aqui estou colocando um propósito para mim. Estou trabalhando no meu segundo romance. E vou fazer da seguinte forma. Vou me dar um prazo para esse romance ficar pronto. Calculei e acho que fica razoável terminá-lo em 20 meses. Assim, como começo esse blog hoje, dia 22/05/2010, terei que ter o romance pronto no dia 22/01/2012. E é dessa aventura de escrevê-lo que vou contar nesse diário, principalmente.

Um abraço,
Raquel de Souza

Gostaria de dizer que o objetivo central do blog que era finalizar um romance que havia começado já foi cumprido o ano passado. No entanto, decidi que este romance não irei publicar. Vai ficar na gaveta até que eu resolva o que fazer com ele...
  21/10/2014