Quem sou eu

Minha foto
Sou escritora e atriz. Adoro ler, escrever, assistir a filmes e ir ao teatro. Escrevi dois livros "A ilha e a menina" e "Livremente Mara", que virou peça de teatro e estreia no final deste ano.

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Pare e descanse um pouco



Quantas vezes ficamos absorvidas pelas obrigações e esquecemos da arte da contemplação. Nossa rotina, as cobranças do dia-a-dia fazem com que vivamos como sonâmbulas, sem a pecepção do milagre primeiro que é viver. Eu sei que pode parecer brega falar em milagre da vida, essas coisas. É que nesses tempos difíceis, só as palavras complicadas, conceitos inteligíveis é que "orientam" a gente a ter um rumo melhor. A simplicidade ficou piegas. Como ninguém está entendendo nada mesmo, o jeito é complicar para fingir que compreende esse mistério todo que nos rodeia.
Ontem, estava numa chácara e minha mãe me pediu para pegar algumas laranjas no pomar para fazer um suco. Foi colhendo esses frutos, pisando na terra é que acordei novamente para a contemplação. Foi como me tornasse humana novamente, como se tivesse voltado às minhas raízes. É com o contato íntimo com a natureza como apanhar laranjas no pé, como observar de um céu estrelado que voltamos às questões mais antigas, irrespondíveis como: o que estamos fazendo vivos aqui?
Vamos acordar desse sonambulismo todo porque somos tão pequenas e nossos feitos que consideramos urgentes não precisam ser feitos nessa pressa toda...
Paremos e descansemos um pouco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário