Quem sou eu

Minha foto
Sou escritora e atriz. Adoro ler, escrever, assistir a filmes e ir ao teatro. Escrevi dois livros "A ilha e a menina" e "Livremente Mara", que virou peça de teatro e estreia no final deste ano.

terça-feira, 13 de novembro de 2012

GRUPO DE TEATRO FÁBULA CASA-SE COM A LITERATURA


Grupo Teatral Fábula surpreende Alfenas com a peça “Pluft, o fantasminha” e continua festejando os seus nove anos com a estreia da comédia “A MENDIGA E O MAGNATA” neste final de semana

Nos dias 9, 10 e 11 de novembro o Grupo Teatral Fábula presenteou Alfenas com a peça clássica “Pluft, o fantasminha”. O Teatro Municipal de Alfenas ficou cheio nos três dias de apresentação e a maioria do público surpreendentemente não foi somente de crianças, mas de adolescentes e adultos. Essa peça foi uma remontagem do grupo, sendo que em 2003 eles estrearam no palco enquanto grupo teatral com essa mesma peça. Como o grupo esse ano completa nove anos, decidiram fazer uma remontagem, com tudo novo: cenário, figurino, maquiagem, elenco. Para Marcelo Divino, diretor da peça, remontar “Pluft, o fantasminha” era um sonho antigo que dependia de um elenco de ponta para que a segunda montagem não ficasse devendo nada para a primeira. O grupo repetiu o sucesso com um cenário de primeira, figurino fantástico, elenco ótimo. Divertiu crianças e adultos, levando como sempre, cultura para a nossa cidade.
 

  Cena de Pluft (Kelvin Divino) e Maribel (Amanda Borges) indo ao “mundo”

            “É recompensador todo o trabalho que tivemos para montar essa peça e ver o teatro assim lotado durante os três dias de apresentação. Sempre vale muito a pena todo esforço que fizemos para levar mais cultura para a nossa gente.” – pontua Marcelo Divino.   
        
Da esquerda para direita: Marcelo Divino (Perna-de-Pau), Kelvin Divino (Pluft), Amanda Borges (Maribel), Aneelise Oliveira (Sebastiana), Mari Silva (Juliana), Luana Marques (Joana), Pedro Lacerda (Tio Gerúndio), Raquel de Souza (mãe do Pluft), Lucas Rodrigues (Fantasma), Kleber Thiers (Iluminação), Matheus Divino Rodrigues (sonoplastia)
 

Incentivo à leitura

            Após as apresentações, para incentivar a leitura, foram feitos sorteios do livro “Livremente Mara” da escritora Raquel de Souza. Na peça, ela também atuou como a Senhora Fantasma, mãe do Pluft.

“Acho muito importante levar ao público, além do gosto pelo teatro, o gosto pela leitura, pois apesar dessas duas expressões artísticas serem distintas, têm muito em comum. Não se faz teatro sem muita leitura e não se escreve sem ler demais.” – diz Raquel de Souza.

Desde a fundação do Grupo Fábula, sempre foi preocupação do grupo vincular teatro e literatura. Agora o grupo formaliza essa luta de nove anos através do registro da Associação de Teatro de Literatura Fábula (ATELIFA), organização não governamental que tem como objetivo a promoção da cultura teatral e literária em Alfenas e região. Com isso, o grupo terá mais autonomia para poder levar ainda mais arte para o sul de Minas Gerais e outras localidades.


 
                 Raquel de Souza presenteando a plateia com o romance “Livremente Mara”

 

E ainda o movimentação do grupo não para. Nessa semana, nos dias 16, 17 e 18 de novembro, a comemoração dos nove anos do Grupo Fábula continua com a apresentação da comédia “A Mendiga e o Magnata” baseada no texto de Rutinaldo Miranda Junior “O mendigo e o magnata”.

            Essa peça divertidíssima fala de modo bem humorado de um dia ruim de Thomas, um milionário investidor da bolsa de valores. Certo dia tal magnata é assaltado por dois ladrões ao lado de Severina, uma mendiga que acabara de ignorar. Severina tenta ajudar Thomas, que por sua vez a esnoba e desperdiça sua chance de não ser assaltado. Com isso a situação é invertida, e Thomas acaba conhecendo um pouco a triste e sofrida vida dessa mendiga, aprendendo com ela certas lições da vida.

            “A peça, apesar de muito cômica, passa uma mensagem inteligente, sobre como é a vida de hoje, tão difícil para alguns, e fácil para outros, enfim, não dá para perder” – diz empolgada a atriz Yanka Gabrielly, que faz o papel da mendiga Severina.
Foto com o elenco da “A Mendiga e o Magnata”

Elenco:Yanka Gabrielly, Kleber Thiers, Mary Oliveira, Lucas Morais. Direção: Lari Macedo e Isadora Custódio. Produção: Marcelo Divino.

Investimento cultural:

Estudante: R$ 4,00

Inteira: R$ 7,00

 

Maiores informações:

Marcelo Divino (35) 8817-4038 ou (35)9131-5946

 

             

Nenhum comentário:

Postar um comentário