Quem sou eu

Minha foto
Sou escritora e atriz. Adoro ler, escrever, assistir a filmes e ir ao teatro. Escrevi dois livros "A ilha e a menina" e "Livremente Mara", que virou peça de teatro e estreia no final deste ano.

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Poesia do meu dia


Voltando para casa, me deparei com muitas folhas amarelas se digladiando alegremente no chão. Percebi que já não estou tão desanimada. Quando começo a ver a poesia do meu dia, a vida começa a melhorar. Ontem foi um dia difícil, daqueles em que a gente fica se perguntando se fez a escolha certa, se todo o preço do meu esforço diário está realmente valendo a pena. Fui chorar as mágoas na casa de minha amiga (o que seria da gente sem nossas amigas?). Entre uma comida e outra, muita conversa, a vida vai ficando melhor. Os fantasmas vão ficando menos assustadores e conseguimos enfrentá-los com mais coragem. Tem hora que dá vontade desistir, tentar outra empreitada. Mas uma vez feita uma escolha, como diz a minha amiga, tem que fazer dar certo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário