Quem sou eu

Minha foto
Sou escritora e atriz. Adoro ler, escrever, assistir a filmes e ir ao teatro. Escrevi dois livros "A ilha e a menina" e "Livremente Mara", que virou peça de teatro e estreia no final deste ano.

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Basta! Vou ter tempo para escrever!



Olá amigos,
Dei uma mudadinha na página inicial que é para todos saberem do propósito inicial do meu blog. Na verdade, companheiros, coloquei a primeira publicação desse blog no início da página para eu mesma não me esquecer do meu propósito. Como já venho relatando há um tempão, não é fácil escrever, ter disciplina quando não se sabe se o trabalhão que estamos tendo para escrever certo livro vai ser compensado com uma publicação. E mais ainda, se vai ser lido - o que é o detalhe principal! Eu não tenho certeza de nada, se meu livro vai ser publicado ou não, se vai fazer sucesso ou não. A convicção que tenho e até um sentimento de missão, é que tenho que continuar escrevendo, até o fim dos meus dias. É uma das coisas que sei fazer bem e é lamentável eu parar. Eu sei que a minha rotina me absorveu demais bem nesse período que resolvi abrir esse blog. E no mesmo espaço de tempo eu tive os maiores progressos enquanto escritora. Desenvolvi um projeto super bacana chamado Livro Presente com saraus e distribuição gratuita do meu romance "Livremente Mara", prefaciado pelo escritor Deonisio da Silva. Foi muito bom estar envolvida com o que mais gosto e acredito fazer: incentivar a leitura, a escrita. Eu faço isso porque primeiramente eu fui salva pela leitura e gostaria que as pessoas descobrissem o prazer maravilhoso que é abrir um livro e ser absorvida pela história contida nele e fazer, de alguma forma, parte daquele enredo também.
Hoje levantei muito cedo e, espiando pela janela, vejo que o sol começa a dar a sua cara. Tudo isso para reafirmar o meu compromisso junto a esse blog que é continuar escrevendo - independente dos contratempos da vida - e terminar o meu próximo romance já começado até 22/01/2012. Eu sei que parece um pouco infantil dar uma data para terminar o romance, mas é uma forma de eu estabelecer um prazo comigo mesma e com os meus leitores também.
Hoje dou um basta na dormência em que ficou minha escrita em detrimento a outras atividades. Basta!
Estou num esforço enorme de me fazer igual aos outros enquanto que o que tenho de singular fica abafado. Basta! Eu sei que vivemos num mundo em que é interessante todos agirem de forma parecida, como se fôssemos robôs. Basta!
Está na hora de deixar de ter medo, arregaçar as minhas mangas e reservar um espaço bem generoso para a minha escrita.
Abraço a todos e obrigada por compartilhar comigo esse momento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário