Quem sou eu

Minha foto
Sou escritora e atriz. Adoro ler, escrever, assistir a filmes e ir ao teatro. Escrevi dois livros "A ilha e a menina" e "Livremente Mara", que virou peça de teatro e estreia no final deste ano.

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Chove ou não chove?

Tive que fechar parcialmente as janelas desse quarto, tamanha a claridade que invade as minhas retinas. O céu ensaia uma chuva que demora a apresentar-se. Gostaria de fazer uma caminhada assim que terminasse de desaguar, mas pelo jeito as coisas nessa cidade não funcionam como Poços de Caldas. Lá chove até mesmo quando o dia está limpo. De uma hora para outra os pingos caem sem dó no chão. Mas por essas bandas, já me informei: é diferente. Podia chover, assim esfriava um pouco. Fico muito sonolenta no calor, só quero ficar curtindo uma soneca. Vê se pode? Amanhã tendo que fazer uma prova braba e eu tirando o máximo de sonecas que consigo! De qualquer forma, não estou completamente errada em fazer isso, já que tenho que estar bem descansada amanhã e o sono ajuda na consolidação da memória. Depois que tive umas aulinhas sobre o funcionamento do cérebro, entendi que não dá para pegar pesado com a cabeça porque é perda de tempo. É preciso respeitar certos limites.
Estou com saudades da minha vidinha tranquila, de voltar à escrita do meu novo romance, dos meus fins de semana solitários na chácara tendo como companhia as montanhas e o colorido das flores. Estou querendo beber a água da mina que tem lá na roça, sentir o frescor do bosque cochilando sossegadamente num banquinho que tem debaixo de uma árvore. Quero rezar e agradecer por tantas dádivas que venho conquistando.
No fim das contas, eu quero um monte de coisas da minha vida, mas eu já tenho um monte de singeleza
Beijos a todos,
Boa tarde!

Nenhum comentário:

Postar um comentário