Quem sou eu

Minha foto
Sou escritora e atriz. Adoro ler, escrever, assistir a filmes e ir ao teatro. Escrevi dois livros "A ilha e a menina" e "Livremente Mara", que virou peça de teatro e estreia no final deste ano.

segunda-feira, 24 de maio de 2010

A minha notícia

Bom dia!
Hoje acordei num silêncio maravilhoso. Há dias não consigo acordar de maneira tão pacífica - o que me chateia um bocado. Sábado o alarme de uma casa vizinha disparou às seis horas da manhã. E ficou soando até quase dez horas. No domingo parecia que alguém estava estacando algum terreno aqui por perto. Era como se um elefante gigante estivesse a andar pelas redondezas. Só consegui acordar bem hoje. Talvez por ser segunda-feira e meus vizinhos sem noção estejam em outras ocupações.
O fato de eu acordar tranquila já me deu uma ideia sobre o que escrever no blog hoje. Na verdade, gostaria de falar de notícia.
Há dias não pego uma revista que seja para ler, ou jornal, ou assisto a um jornal televisivo. Na verdade, toda a vez que quero ficar atualizada, acabo por ficar muito triste e desesperançada. Para me conservar de bom humor, fico um pouco alienada dessas notícias que passam por aí. Na verdade, se fala em muita desgraça e eu gostaria que a mídia evidenciasse um pouco o lado positivo do mundo. Que ser feliz ou fazer uma coisa boa fosse notícia por si só. Por exemplo; o fato de eu acordar alegre e bem disposta hoje é uma notícia, por que não? Quantas pessoas hoje têm esse privilégio de acordar sem o despertador às segundas feiras? Está certo que daqui a um mês não será mais assim. Mas que importa? Hoje ainda possuo minhas segundas feiras para desfrutá-las como quiser.
Ontem à noite comecei a escrever mais uns parágrafos do primeiro capítulo do romance. Resolvi escrevê-lo e deixá-lo pronto para quando for entrevistar minha tia avó já, ler as partes que tenho dúvida em falar e fim de conversa. Se fosse assim tão fácil... Me surgem dúvidas toda hora. Será que isso é normal?

Um comentário: