Quem sou eu

Minha foto
Sou escritora e atriz. Adoro ler, escrever, assistir a filmes e ir ao teatro. Escrevi dois livros "A ilha e a menina" e "Livremente Mara", que virou peça de teatro e estreia no final deste ano.

terça-feira, 23 de abril de 2013

A Arte preenche a Alma


Nós, da ONG ATELIFA (Associação de Teatro e Literatura Fábula), temos como princípio o estímulo ao gosto pelo teatro e pela leitura. Arte, essa coisa tão gostosa da vida não pode estar restrita a apenas algumas pessoas, mas sim para o povo. Esse nosso povo que, muitas vezes, só tem como opção de lazer a novela das oito, um futebolzinho televisionado entre milhões de propagandas e ideologias, compre, compre, compre. Você é um completo infeliz se você não comprar aquele carro ali, está vendo? Está vendo porque a sua mulher é uma baranga e não aquela bunduda sorridente olhando para você, na sua sala, com sofá rasgado pelas unhas do seu gato e pelo uso compulsivo, se plantando, se enterrando aos poucos na espuma do sofá como um pé de couve infeliz.  Você culpa as suas desgraças porque não pode adquirir aquelas coisas que te oferecem o tempo todo na telinha enquanto que as coisas são muito mais complexas. E é isso que a Arte faz com as pessoas, abre a mente delas, o sorriso e a vida têm mais sentido. Viram menos consumistas porque se completam com outras coisas, a Arte preenche a alma.

Distribuição do romance Livremente Mara da escritora e atriz Raquel de Souza após o espetáculo "Deu a Louca nesse Fábula" do Grupo Teatral Fábula, no dia 14 de abril de 2013.

Nenhum comentário:

Postar um comentário