Quem sou eu

Minha foto
Sou escritora e atriz. Adoro ler, escrever, assistir a filmes e ir ao teatro. Escrevi dois livros "A ilha e a menina" e "Livremente Mara", que virou peça de teatro e estreia no final deste ano.

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Janela aberta

Amigos leitores! (23/06/2010)
Como estou nas vésperas de pegar no meu romance novo e escrever umas linhas, parágrafos, o que a minha imaginação me levar, entrei no meu quarto, coloquei um CD de Jazz instrumental e abri a janela. Apesar de ser noite e estar frio, estava me sentindo sufocada com a janela cerrada. Tenho algo contra a janelas fechadas. Para mim, todas elas devem estar abertas, independente do clima. Para me aquecer, me enrolei numa coberta felpuda. Na falta de uma lareira elétrica, vai a famosa coberta mesmo. Depois de treinar uns golpes no Kung Fu na academia, descansei a mente, liberei energia. Era o que precisava num dia tenso como esse.
Tem gente que relaxa com Yoga, Pilates e outras coisas mais calmas. Eu preciso fazer algo que realmente mexa o esqueleto. Desisti da musculação: já era hora. Odeio! Depois de treinar Kung Fu e tomar um banho, a impressão que tenho é que saí de uma massagem. Estou menos ansiosa. Problemas todos temos. O fato é se conter diante deles.
Agora, licença... Irei à escrita!
Boa noite a todos,
Raquel

2 comentários:

  1. Ai Quel Gafanhota....treinado Kung Fu, super 1000...beijos
    Johnny be good

    ResponderExcluir
  2. Olá João, tomei coragem e retornei ao Kung Fu!
    Saudades de ti!
    Beijos

    ResponderExcluir