Quem sou eu

Minha foto
Sou escritora e atriz. Adoro ler, escrever, assistir a filmes e ir ao teatro. Escrevi dois livros "A ilha e a menina" e "Livremente Mara", que virou peça de teatro e estreia no final deste ano.

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Os labirintos

Olá amigos!
Acordei umas nove horas da manhã e até agora estou preparando meu lugar para escrever. Estou na biblioteca da Rosa dos Ventos, lugar claro, com uma vista inspiradora. Recolhi alguns CDs na estante para relaxar enquanto trabalho. Tudo parece perfeito. Agora mesmo, vindo da cozinha para cá, ajudei a receber alguns hóspedes. Porque aqui é bem assim: você passa de hóspede à morador em dois tempos e é como se eu conhecesse todos aqui de longa data. Faz que um ano que freqüento essa casa. Posso dizer que esse lugar abriu portas para um novo tempo na minha vida. Novas amizades, novas relações sociais, novos ângulos de como olhar a vida. Ontem, quando cheguei, fiquei um pouco assustada por ser a única hóspede e até me arrependi de ter vindo. Por que não esperei? – pensei. Mas mesmo essa reflexão que tive que fazer me ajudou porque acho que estava vivendo num ritmo muito corrido. Eu gostaria sabe do que? De morar aqui nesse sítio, e viver meus dias como hoje. Encontrar meus amigos, comer com eles, tomar uma água tônica – já que não bebo quando escrevo. Mais tarde, se reunir em volta de uma mesa ou de uma fogueira e bater um papo bacana. Só uma coisa às vezes me chateia – é o fato de que, como dizia Sartre – somos condenados à liberdade. E isso me traz uma solidão e desamparo enormes. Quem me salvará? Hoje eu tenho a resposta que só eu mesma posso fazer isso. E a vida entra por labirintos e testes cada vez mais complicados. Mas não há outra alternativa que passar por eles e vencê-los.
03/06/2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário